3 dicas para professores desenvolverem suas habilidades digitais

Letícia Santos
Escrito por Letícia Santos

Desde a expansão e ascensão das tecnologias educacionais, as relações de ensino-aprendizagem sofrem alterações. No entanto, muitos professores ainda não conseguiram desenvolver suas habilidades digitais.

Alberto Costa, sênior assessment manager da Cambridge Assessment English, defende que, além de afetar o modo de transmissão de conhecimento, tais recursos impactaram na formatação do espaço das salas de aula.

“Não mais temos apenas cadeiras enfileiradas de modo a olhar o quadro. Percebemos cada vez mais a existência dos makerspaces, por exemplo. O impacto é na relação entre aluno e professor, nos recursos utilizados e nas diferentes possibilidades de formatação de espaço.”

. Ciberarquitetura pode alterar relações de ensino-aprendizagem

Diante desse cenário, Costa ressaltou que os professores estão em uma fase de transição. “Por muito tempo, a maneira de ensinar foi uma verdade absoluta: o professor como detentor do conhecimento, que o transferia por meio do quadro e do material didático. Com o avanço das tecnologias e com as revoluções vivenciadas, isso mudou”, destacou.

Costa explicou que existem diferentes níveis de aceitação e de expertise na transformação entre os educadores. Ou seja, alguns conseguem enxergar esses novos recursos como facilitadores, enquanto outros não.

Professores precisam entender seu papel no novo contexto educacional

Nesse contexto, o sênior assessment manager de Cambridge Assessment English assegurou que um grande desafio para esses profissionais é entender como dar uma função pedagógica aos recursos digitais.

Outra questão apontada pelo especialista é o fato do educador precisar entender seu papel diante desses novos contextos.

“O desafio passa por entender que sua missão de detentor de conhecimento dá lugar para a tarefa de atuar como um gestor de projetos, que pensa cada aula de maneira integrada com o restante das disciplinas, se distanciando do modelo em que cada matéria funciona como uma caixinha individual.”

. Por que Singapura se tornou uma referência mundial em Educação?

Costa enfatizou, ainda, o potencial dos professores em auxiliar no desenvolvimento do pensamento crítico e lógico dos estudantes.

“No dia a dia, com as novas ferramentas e metodologias, é o professor quem vai adotar uma postura de curador de conteúdo, atuando como um filtro para que alunos aprendam a julgar o que é relevante, o que tem fundamento, o que é de fonte segura e como lidar com todo esse volume de maneira ética, sem infringir, por exemplo, direitos autorais”, reforçou.

Confira as dicas para o desenvolvimento de habilidades digitais

Alberto Costa separou três dicas que podem ajudar professores a se adequarem a essas novas exigências.

Veja também

Letícia Santos

Letícia Santos

[email protected]