Corrigindo provas no tablet: a tecnologia e os professores

tablet-educacao-inoveduc-destaque
Lars Janér
Escrito por Lars Janér

Muito tem se falado sobre o impacto da evolução da tecnologia, em particular da inteligência artificial, sobre profissões hoje exercidas por milhões de pessoas em todo o mundo. Motoristas profissionais, funcionários de chão de fábrica e até gestores de fundos de investimento são algumas das que constam da lista de potenciais “extinções” em um futuro próximo.

Curiosamente, uma das profissões que mais sentiu o peso dessa ameaça no início da era dos computadores pessoais deixou de ser mencionada com tanta frequência: a dos professores. Pode-se até dizer que viveu uma inversão de tendências, e quanto mais se experimentou com a tecnologia em sala de aula, mais foi ficando evidente a importância da interação humana na aprendizagem.

A complexidade e a sutileza desse processo frustraram os que tinham como objetivo a substituição dos professores e acabaram por validar ainda mais o papel fundamental da profissão.

. 3 habilidades necessárias para professores na era da IA
. Como a educação 4.0 mudará nossas escolas?

No entanto, para os entusiastas da tecnologia e inovação aplicadas à educação, permanece ainda um desafio interessante: como aproveitar todo o potencial das inovações tecnológicas e ao mesmo tempo engajar professores no processo?

Como engajar professores no processo?

A realidade é que, além de priorizarem seu trabalho como educadores, os professores procuram preservar aquilo que tem de mais valioso e raro: seu tempo. Muitas experiências e inovações acabam por consumir tempo demais — e são rapidamente abandonadas.

. Formação de professores: como formar um educador para o século 21?

Por isso, antes de qualquer reinvenção ou introdução de novos processos e metodologias, existe um passo anterior fundamental: ajudar os professores a ganhar tempo — otimizando processos já existentes.

Quais tarefas demandam mais tempo?

Onde é possível ganhar produtividade?

. ProfLab ensina professores a utilizarem novas ferramentas

Um exemplo emblemático: a pilha de tarefas e provas a serem corrigidas que se acumulam na mesa do professor. Pois uma das ferramentas que mais empolga aqueles que experimentam os novos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (ou LMS, em inglês) é justamente a possibilidade correção de tarefas e provas digitais, no computador, no tablet, até mesmo no celular.

Não apenas com notas, mas com marcações, desenhos e vídeos de feedback gravados com a câmera do dispositivo. Além do ganho de tempo, traz uma liberdade inédita: pode ser feito de qualquer lugar com uma conexão, sem a necessidade de download dos trabalhos.

O valor imediato percebido pelo professor é o principal motivador da adoção, mas imediatamente abre-se também um mundo novo de possibilidades:

  • a correção de uma tarefa de casa pode se tornar uma oportunidade de interação entre aluno e professor, com vídeos e comentários
  • os alunos podem utilizar ferramentas online com as quais já estão acostumados para enviar tarefas e fazer provas
  • torna-se muito mais simples a avaliação por competências, atreladas automaticamente a cada tarefa
  • as notas são automaticamente lançadas no sistema e passam a fazer parte dos dados do aluno e da instituição
  • os alunos podem guardar digitalmente seus trabalhos realizados ao longo de sua vida acadêmica, até o momento em que podem compartilhar com potenciais empregadores

Enfim, um mundo de novas oportunidades se abre com a adoção da tecnologia, e tudo teve início com a busca por uma forma mais simples e rápida de executar aquela mesma tarefa de sempre.

Uso de tecnologia facilita o dia a dia dos professores

Inúmeras são as facilidades trazidas pela tecnologia que encantam professores pelo mesmo motivo:

  • a organização do calendário online em sincronia com alunos e colegas
  • a importação de cursos com poucos cliques atualizando as datas automaticamente
  • emails e SMS para grupos de alunos com critérios específicos de performance
  • quizzes e testes que se corrigem automaticamente; envio de materiais adicionais para alunos baseados em suas notas
  • informações instantâneas de performance da turma para otimizar os grupos e trabalhos em sala de aula

Enfim, o apoio em dezenas de tarefas, que somadas podem economizar horas preciosas de trabalho, liberadas para que possam de fato se dedicar ao que vai agregar valor para seus alunos.

. Conheça a importância das dez competências da BNCC, segundo especialistas

Priorizando aquilo que mais os ajuda em seu dia a dia, os professores vão enfim se tornando adeptos e entusiastas das novas ferramentas, abrindo espaço para que eles próprios aprendam, evoluam e inovem.

. Especializações abordam temas relacionados a educação e inovação

Em um futuro onde as transformações no mercado de trabalho acontecem de forma cada vez mais rápida, os professores não vão apenas continuar relevantes — serão essenciais para requalificar e apoiar toda a população na aprendizagem de novos conhecimentos e habilidades, ao longo de toda a vida — e não apenas até a conclusão da escola.

Lars Janér

Lars Janér

Diretor para América Latina da Instructure (NYSE:INST), empresa americana desenvolvedora de software para ensino acadêmico e treinamento corporativo. Sua principal plataforma, Canvas, é utilizada por mais de três mil instituições de ensino no mundo, incluindo Harvard, Stanford, Wharton, Yale e Berkeley . Lançado mais recentemente, o software de treinamento corporativo Bridge foi escolhido por empresas como Tesla, Microsoft e Slack. Antes de assumir a posição atual, foi responsável pela operação no Brasil da Kaltura, plataforma de vídeo online líder nos mercados de educação e corporativo. Cursou graduação e mestrado em Administração de Empresas na PUC-Rio