Edtech aparece em ranking das empresas mais amadas do Brasil

Mira-Educacao-logo-inoveduc
Débora Thomé
Escrito por Débora Thomé

Pela primeira vez, uma empresa voltada para criação de ferramentas para a educação pública aparece no ranking Love Mondays. A plataforma divulgou agora no início do ano a quarta edição do ranking “Empresas Mais Amadas”.

A Mira Educação ficou em 14º lugar na categoria startups e PMEs – menos de 500 funcionários. Criada em 2016, a startup é uma edtech que apoia o combate à evasão e a melhoria da proficiência dos alunos das escolas públicas.

. App da Mira Educação ajuda a diminuir evasão na rede estadual de MT
. E-book feito em parceria com Future Education ensina a criar uma edtech

A empresa cria tecnologias educacionais gratuitas para dar mais transparência e eficiência aos processos de aprendizagem e gestão escolar. Dessa forma, empodera gestores públicos e a comunidade escolar com soluções tecnológicas confiáveis e informações precisas.

Quem é e o que faz a edtech Mira Educação

A equipe da Mira Educação é formada por um seleto grupo de profissionais altamente qualificados. Atualmente, a empresa conta com 57 ”miranautas” — funcionários e colaboradores com perfis diversos e, ao mesmo, tempo complementares. São professores, engenheiros, advogados, comunicadores, acadêmicos e artistas que compartilham de uma mesma paixão: a educação. Aperte o play e conheça a Mira Educação em números!

A startup desenvolveu o aplicativo Mira Aula, que não demanda acesso à internet via wifi ou 3G para funcionar. Também não há consumo do pacote de dados dos professores.

A tecnologia da Mira oferece, ainda, suporte à aplicação de avaliações diagnósticas. As ferramentas são oferecidas gratuitamente para as escolas públicas. Funcionam independentemente do tamanho da rede e da infraestrutura local.

O app, que contém um diário de classe, garante mais transparência, eficiência e economia no processo de gestão e aprendizagem das escolas públicas. Com apenas alguns toques no Mira Aula, o docente passa a registrar informações sobre a presença ou a ausência do aluno.

As mensagens informando as faltas são enviadas via SMS para os pais ou responsáveis automaticamente. Além da frequência e do comportamento dos alunos, o professor também lança no diário de classe digital o conteúdo da aula e notas das suas avaliações.

Todas as informações são encaminhadas para a Secretaria Municipal ou Estadual por meio de relatórios, elaborados com inteligência de dados.

Sobre o Love Mondays e a metodologia do ranking

O Love Mondays, marca do Glassdoor na América Latina, é uma plataforma em que profissionais avaliam as empresas onde trabalham. Foi fundada no Brasil em 2013 e lançada no México e na Argentina no início de 2017.

Líder no Brasil, o site ajuda profissionais a tomarem melhores decisões de carreira e empresas a recrutarem e manterem seus talentos. Neste ano, foram consideradas mais de 153 mil avaliações.

A lista das “Empresas Mais Amadas”, ao contrário de outros rankings do mercado, é feita com base nas avaliações postadas pelos próprios funcionários, de maneira espontânea e confidencial, na plataforma. As empresas não precisam se cadastrar para serem consideradas.

O ranking é feito com base na nota de satisfação geral dos funcionários e ex-funcionários. O Love Mondays recebeu avaliações entre 1º de janeiro a 30 de novembro de 2018. As 50 empresas e as 30 PMEs com as notas mais altas no quesito aparecem na lista.

Para chegar aos ambientes de trabalho mais amados, considera-se a nota média de satisfação geral atribuída pelos usuários do Love Mondays. As notas vão de 1 a 5, sendo 1 muito insatisfeito e 5 muito satisfeito.

Débora Thomé

Débora Thomé

Editora-chefe
[email protected]