Os pilares da educação em tempo integral

educação-integral-inoveduc-destaque

logo-palestrante-BETT-EDUCARO Plano Nacional de Educação determina, na meta seis, que 50% das escolas públicas brasileiras devem oferecer educação em tempo integral até 2023, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos.

. Startup promove integração de conceitos em um único modelo

Para que a educação em tempo integral seja bem sucedida, os gestores devem investir nos pilares fundamentais para a sustentação do projeto: a concepção, o tempo, o espaço e o currículo escolar, pois a finalidade desta vai muito além de extensão de carga horária.

A concepção Política Pedagógica de Educação

Antes de implantar a educação em tempo integral, é necessário analisar o perfil de aluno, de cidadão e de sociedade que se pretende formar. A partir dessa reflexão, definir uma concepção teórica para embasar as ações pedagógicas.

 

A especialista fará a palestra “A educação integral na BNCC e na construção dos novos currículos” na Bett Educar, dia 9 de maio, às 14h

Marli Regina Fernandes da Silva

Marli Regina Fernandes da Silva

Professora na rede pública estadual de educação do Paraná desde 1989. Diretora-Presidente da Autarquia Municipal de Educação de Apucarana. Secretária Municipal de Desenvolvimento Humano. Presidente da seccional paranaense da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-Paraná).  Presidente da Regional Sul da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).