Eleva trabalha habilidades socioemocionais de professores

competencias-socioemocionais-eleva-inoveduc-destaque
Débora Thomé
Escrito por Débora Thomé

Desde a aprovação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), o desenvolvimento das habilidades socioemocionais está em pauta. As discussões giram em torno do seu auxílio na educação de crianças e adolescentes. Contudo, especialistas já destacam a importância de trabalhar o socioemocional também com os professores.

“É muito comum encontrar professores com currículos excelentes, mas com uma competência de se comunicar, por exemplo, pouco desenvolvida”, disse Caio Lo Bianco, gerente executivo do LIV – Laboratório Inteligência de Vida.

. App mede habilidades socioemocionais, já de acordo com BNCC
. Três aprendizados a serem considerados na hora de implementar um currículo socioemocional na sua escola

O programa escolar de habilidades socioemocionais criado pela Eleva Educação já impacta na vida mais de 70 mil alunos brasileiros. E, segundo Lo Bianco, o lado emocional do professor acaba relegado a segundo plano em diversos momentos.

O professor, assim como o aluno, sente raiva, tem medo e enfrenta diversas dificuldades pessoais. Mas ele tem que lidar com problemas de outras dezenas, às vezes centenas de crianças e adolescentes. Nesse sentido, o autoconhecimento e a auto regulação do professor tornam-se fundamentais”, afirmou o especialista.

Habilidades socioemocionais de alunos e professores se complementam

O professor é visto como exemplo e referência para várias crianças. Ter um espaço de escuta e de fala na escola é fundamental para que ele possa falar sobre seus problemas e questionamentos. E sobre o que está enfrentando em sala de aula. Ainda segundo Lo Bianco, outro ponto a ser desenvolvido entre os docentes é a empatia.

Apesar de estarem centradas no educador, atitudes como essas poderiam contribuir para o desenvolvendo das habilidades sociais e emocionais dos próprios estudante. Na opinião do gerente-executivo do LIV, ambos se complementam.

. Inserir habilidades socioemocionais nos currículos é o desafio
. Conheça a importância das dez competências da BNCC, segundo especialistas

Na sala de aula tradicional, só o professor interage e só o professor se movimenta. Em um contexto como esse, só o educador está desenvolvendo as suas competências sociais e emocionais. Ele precisa pensar em uma aula que também coloca os alunos para se movimentar e interagir. Só assim vamos conseguir desenvolver o socioemocional em sala de aula de maneira completa.”

Débora Thomé

Débora Thomé

Editora-chefe
[email protected]