Escola de robótica tem ensino baseado na experiência dos alunos

Juliana Favorito
Escrito por Juliana Favorito

Ensinar robótica para crianças entre 4 e 15 anos. Esse é o objetivo da LA Robótica Educacional, criada em 2005. Em poucos meses, o que era apenas um programa-piloto se transformou em um curso com mais de 50 crianças atendidas.

A ideia de criar a escola foi de Leandro Augusto, diretor da LA Robótica Educacional. Em 2004, foi proposto a ele aplicar o curso de robótica para crianças do ensino fundamental. Dessa forma Leandro, que também é professor de Matemática e Física, decidiu criar a escola — educação que utiliza tecnologia.

“Participei de uma competição com 40 projetos entre várias escolas. Levei sete grupos que ficaram com os sete primeiros lugares. No ano seguinte levamos 16 equipes, e também ficamos com as 16 primeiras posições.”

Metodologia é construída junto com os alunos

De acordo com o diretor, as aulas são realizadas em apenas um módulo no qual os alunos constroem um robô. Além disso, as situações que envolvem a elaboração dessa máquina constituem diversos conteúdos.

Durante as aulas, o professor consegue explorar com os estudantes assuntos das áreas de Matemática, Física, Eletrônica, Programação, História, Inglês, entre outras. Sendo assim, as experiências dos alunos fazem parte do processo de ensino de robótica.

. ProfLab ensina professores a utilizarem novas ferramentas

“As aulas iniciam com investigação e teoria, seguidas de prática e investigação e, por fim, mais teoria. O aprendizado é cíclico. A quantidade de teoria na aula é em torno de 30% e a prática, 70%.”

O projeto de ensino a robótica estimula os alunos em diversas áreas. Aperte o “play” para conhecer algumas delas:

Robótica ajuda na formação ética e moral

Para Leandro, a robótica é considerada o elo que fará todas as ferramentas funcionarem, incluindo realidade virtual, programação e drones, entre outros. Além disso, a formação educacional ajuda a construir a ética e a moral das crianças.

. Startup promove integração de conceitos em um único modelo

O diretor da LA Robótica acrescentou que todo o aprendizado é feito de forma divertida para o conhecimento se solidificar. O professor também comentou que o retorno dos alunos que realizam as aulas é que eles conseguem aprender e que gostam disso.

A LA Robótica Educacional tem três escolas parceiras, sendo duas com currículo americano e a outra com o brasileiro. Por enquanto, a escola atua somente em Curitiba. Mas o projeto objetiva expandir em brebe para atender escolas por meio da educação maker no Brasil e no mundo.

“Estamos em contato com um rede de escolas em São Paulo, com um empresário na Flórida nos USA e com um grupo de empresários no Paraguai.”

Juliana Favorito

Juliana Favorito

[email protected]