‘Nobel da Educação’ recebe inscrições de professores de todo o mundo

Débora Thomé
Escrito por Débora Thomé

O Global Teacher Prize 2019 receberá inscrições até 9 de setembro. Idealizado pela instituição de caridade Varkey Foundation, o prêmio tem intuito de valorizar boas práticas de educação. Esta quinta edição do ‘Nobel da Educação’, como é conhecido, dará US$ 1 milhão ao grande vencedor.

. 3 habilidades necessárias para professores na era da IA
. Como a educação 4.0 mudará nossas escolas?

A premiação é voltada ao reconhecimento de trabalhos realizados por professores em todo o mundo. Professores brasileiros também poderão se inscrever (ou ser indicados por terceiros) no site oficial do concurso. A participação é aberta a professores do ensino fundamental e médio, assim como de meio período e/ou cursos online.

Os candidatos devem apenas comprovar carga horária mínima de dez horas semanais. Além de planejar se manter na profissão pelos próximos cinco anos. A indicação por terceiros deve ser acompanhada por uma breve explicação da recomendação. Nesse caso, o indicado receberá um e-mail informando sua indicação, acompanhado de um convite para inscrição.

Conheça os trâmites e os critérios da premiação

Entre os candidatos ao Global Teacher Prize 2019, 50 serão pré-selecionados (com previsão de anúncio em dezembro de 2018). Só então serão revelados os nomes do Top 10 (com previsão de anúncio em fevereiro de 2019).

. Professores de Matemática dizem como é a formação continuada que desejam

Os dez finalistas serão levados a Dubai para a cerimônia de premiação no Global Education and Skills Forum, em março de 2019, onde o vencedor será anunciado ao vivo. O ganhador será escolhido entre os dez finalistas pelo Global Teacher Prize Academy, formado por pessoas de destaque do mercado.

. Painel na Bett Educar debateu como formar o educador no século 21

Tanto o comitê quanto a academia buscam evidências que os inscritos ao Global Teacher Prize, da Varkey Foundation, apresentem os seguintes critérios:

Participação do Brasil no Global Teacher Prize

Muitos professores brasileiros já foram selecionados para o Global Teacher Prize, desde sua primeira edição em 2015. Marcio de Andrade Batista, professor da Universidade Federal do Mato Grosso, foi um dos pré-selecionados em 2016.

Wemerson da Silva Nogueira, professor de Ciências na escola Antônio dos Santos Neves, Boa Esperança (ES), foi um dos dez finalistas em 2017. Valter Pereira de Menezes, também professor de Ciências na Escola Luiz Gonzaga, Parintins (AM), foi pré-selecionado no mesmo ano.

Diego Mahfouz Faria Lima, diretor da escola municipal Darcy Ribeiro, em São José do Rio Preto (SP), esteve entre os dez finalistas em 2018. Seu nome foi selecionado entre mais de 30 mil inscritos de 173 países.

Rubens Ferronato, professor de Matemática voluntário da Escola Dom Pedro II de Curitiba (PR), especialista no ensino de cegos e pessoas de visão reduzida, foi pré-selecionado também em 2018.

Débora Thomé

Débora Thomé

Editora-chefe
[email protected]

Leave a Comment