Jovem de 18 anos cria app que ajuda na preparação para redação do Enem

WhatsAppFacebookShare
No app Nota 1000, de correção da redação do Enem, ajuda usuários a se prepararem para a prova
Voltado para redação do Enem, o app Nota 1000 (2017) permite correção gratuita de textos

Um aplicativo desenvolvido por um sergipano de apenas 18 anos pode ajudar estudantes na preparação para uma das provas mais temidas do país: a redação do Enem. O app Nota 1000 (2017) é gratuito e permite ao usuário enviar um texto e receber por email a correção feita por um professor.

Geovânio Silva Moura Júnior teve a ideia de criar o app em 2015. Naquele ano, uma das notícias mais marcantes foi o desempenho dos alunos na redação no Enem 2014. Um total de 529 mil estudantes tiraram nota zero nesta parte da prova, o que colocou em evidência as deficiências do ensino no país, em especial, o de Língua Portuguesa.

“Então, decidi criar um aplicativo no qual as pessoas pudessem aprimorar o seu conhecimento, com redações corrigidas de forma gratuita”, relembrou o criador do aplicativo.

Geovânio é um típico representante de um perfil cada vez mais comum na geração atual. São jovens que não se contentam apenas em conhecer e dominar o uso de tecnologias e desenvolvem aplicativos que ajudam estudantes.

Na adolescência, o jovem já se destacava no mundo da informática. Participou de eventos nacionais, como a Campus Party, e internacionais, como o WorldSkill. Aos 13 anos, foi eleito o melhor jovem programador do Estado de Sergipe e o 6º melhor do Brasil.

Novos temas são propostos duas vezes por semana

Duas vezes por semana novas propostas de redação são colocadas no aplicativo. Após escrever o texto em uma folha de caderno, o usuário só precisa tirar uma foto e enviar o arquivo, pelo próprio Nota 1000 (2017). Em até 72 horas ele recebe a redação com as correções.

A principal fonte de receita do aplicativo vem de publicidade. O app rende, em média, US$ 600 (aproximadamente R$2 mil) por mês. Esse dinheiro é usado, entre outras coisas, para pagar os três professores que corrigem os textos

Correção segue os critérios da Redação do Enem

O Nota 1000 (2017) roda na plataforma Android e atualmente já contabiliza 130 mil downloads. A ferramenta tem nota 3,9 na opinião de 2.209 internautas. “As pessoas usam diariamente o aplicativo para enviar textos e receber correções”, comemorou Geovânio.

A correção das redações segue os critérios do Enem. São consideradas cinco competências: nível de escrita formal da Língua Portuguesa; compreensão do tema e aplicações de conceitos; agrupamento de informações, fatos e opiniões em defesa a da ideia do autor; coesão e coerência; e aplicabilidade da proposta de intervenção na sociedade.

Mas as funcionalidades do Nota 1000 (2017) vão além da correção dos textos. “Também é possível interagir com os outros estudantes”, comentou o desenvolvedor, que quer aperfeiçoar o app e aumentar o número de usuários. “Sei que muitos não conhecem o aplicativo, ou até mesmo não sabem que podem ter acesso gratuito a uma ferramenta como essa.”

Renato Deccache

Renato Deccache

renato.deccache@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Renato Deccache