Estudantes participam de programa inovador em Cambridge com o Semesp/Laspau

Estudantes participam de programa inovador em Cambridge com o Semesp/Laspau

WhatsAppFacebookShare
Cambridge Harvard MIT Semesp Inoveduc
Campus da Harvard University, uma das instituições mais famosas e bem conceituadas do mundo

Imagine passar uma semana em Cambridge, para participar de uma preparação de universitários ministrada nas instituições mais conhecidas do mundo.

Pois 50 estudantes brasileiros desembarcaram nesta segunda, dia 26, nos Estados Unidos, para participar de um programa em Harvard, Northeastern, Boston e no Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT).

O Semesp (Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior) e a Laspau (organização afiliada à Universidade de Harvard) são os idealizadores do programa inovador, que visa a reforçar a capacidade de liderança dos universitários brasileiros.

Batizado de “Formação de Estudantes Líderes do Século 21“, o programa possibilitará a participação em experiências bem-sucedidas nas universidades norte-americanas, que ficam em Massachussetts.

A duração será de quatro dias — entre 26 e 29 de junho. O objetivo é desenvolver habilidades de liderança nos estudantes. Dessa forma, espera-se capacitá-los para que se tornem referências nos projetos acadêmicos de suas respectivas instituições de ensino superior.

Primeira edição do programa permanece em Cambridge até o fim do mês

Os universitários participantes estão matriculados em cursos nas áreas tecnológica, ambiental, social e de empreendedorismo.

“Os alunos participarão de seis workshops nos quais desenvolverão habilidades como liderança, persuasão, comunicação visual, criatividade, empreendedorismo e falar em público”, disse Fabio Reis, diretor do Departamento de Inovação e Redes de Cooperação do Semesp.

Nas visitas guiadas às instituições mencionadas, os brasileiros poderão aprender e trocar experiências diretamente com os estudantes líderes de cada uma dessas instituições visitadas.

Ao final do programa, retornarão ao Brasil capacitados a aplicar as ferramentas aprendidas e desenvolver sua atividade como líderes do século 21, com maior dinamismo e eficácia, de acordo com Reis.

Versão para gestores já completou sua nona edição

Desde 2009, o Semesp realiza missões técnicas internacionais, também organizadas por Fábio Reis. O objetivo das viagens é proporcionar aos gestores conhecimento, formação e troca de experiências internacionais. E com isso, a renovação da administração e do ensino de suas IES.

As missões já passaram duas vezes pelos Estados Unidos (em 2009 e 2011) e pelo Canadá. Também pela China e os Emirados Árabes, Inglaterra e Irlanda, Alemanha, Coreia do Sul, Europa (França e Holanda) . Este ano, em abril último, foi a vez da Finlândia e da Dinamarca.

“Escolhemos a Finlândia porque ela figura nas primeiras posições do Programa Internacional de Avaliação dos Alunos (Pisa) e suas políticas públicas para educação são um exemplo a ser seguido. Já a Dinamarca está entre os países que mais investem em educação, de acordo com a OCDE”, disse Rodrigo Capelato, diretor executivo do Semesp.

Os participantes da 9ª Missão Técnica Internacional visitaram a Filand House para fazer networking e troca de experiências.

“Os finlandeses nos mostraram que eles possuem tanto de empresas quanto de tecnologia educacional, produtos, serviços, cursos, projetos de formação. A ideia é fortalecer a cooperação e os negócios nas parcerias entre Brasil e Finlândia”, explicou Fábio Reis.

Um dos pontos altos foi a visita à Fábrica de Desing da Aalto University. No local, os alunos desenvolvem seus projetos num espaço para empreendedorismo e criação de startups. O funcionamento é de 24 horas por dia.

A Aalto foi fundada em 2010. Três universidades se fundiram: Universidade de Tecnologia de Helsinque, Universidade de Tecnologia e Universidade de Arte e Design. Atualmente, é uma comunidade multidisciplinar onde ciência e arte se encontram com tecnologia e negócios.

A grande marca da instituição é identificar e resolver grandes desafios sociais. Sua missão é construir, com professores e alunos, projetos empreendedores para um futuro inovador no país.

Débora Thomé

Débora Thomé

Editora-chefe
debora.thome@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Débora Thomé