Campus Party Bahia teve o dobro do público esperado

WhatsAppFacebookShare
Um dos destaques da Campus Party Bahia foi o espaço para apresentação de trabalhos
Campus Party Bahia também teve espaço para apresentação de trabalhos e projetos feitos por universitários (foto: Divulgação)

Em torno de 80 mil pessoas participaram da Campus Party Bahia, primeira edição no estado do maior evento sobre tecnologia e inovação no país. Segundo os organizadores, o público foi o dobro do inicialmente esperado para as atividades, que ocorreram entre os dias 8 e 12 de agosto, na Arena Fonte Nova.

Os números da edição foram divulgados nesta segunda-feira, dia 14. Só de “campuseiros”, que pagaram ingressos para assistir às atividades não abertas ao público, foram 6 mil. Não faltou o tradicional acampamento, marca da Campus Party por onde passa: mais de 3 mil barracas foram instaladas no estádio.

O evento contou com mais de 300 palestrantes, responsáveis por mais de 250 horas de debates e discussões. Um dos destaques foi a pesquisadora Ada Yonath, ganhadora do Prêmio Nobel de Química em 2009.

Em sua palestra, Ada apresentou detalhes do estudo que fez sobre o desenvolvimento de antibióticos mais eficazes para o corpo. Ela ressaltou, entre outras tendências, a produção de medicamentos específicos para cada doença. Um dos desafios desse cenário, disse a cientista, é que pesquisas nessa linha são caras e nem sempre interessam às empresas.

‘Público compareceu em peso’, disse coordenador do evento

Entre os conferencistas da Campus Party também estavam o especialista em Big Data, Ricardo Cappra; o membro do Board of the Linux Professional Institute, Jon Hall; e a fundadora e CEO do site de financiamento coletivo Kickante, considerado o maior de crowdfunding da América Latina, Candice Pascoal.

“Estamos muito felizes com o resultado do evento”, disse Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party Bahia. Segundo ele, o movimento de pré-venda de ingressos já dava a entender que as expectativas seriam não só atingidas como superadas.

“Percebemos que o evento seria um sucesso. O público de Salvador compareceu em peso e aproveitou com entusiasmo as mais de 250 horas de conteúdos e a internet de 20 Gbps”, completou o especialista.

Na Open Área, espaço gratuito, e que por isso recebeu a maior parte do público, as atrações agradaram em cheio. Eles assistiram à etapa baiana do campeonato brasileiro de Drones e da Olimpíada Brasileira de Robótica. E puderam também conhecer trabalhos acadêmicos sobre tecnologia e inovação e cases de startups promissoras.

Campus Party Bahia: carta terá propostas para universidades

Uma das novidades da edição baiana, a Campus Kids fez a alegria de crianças, adolescentes, e até adultos. Eles se divertiram com simuladores, corridas de autorama, batalhas de robôs e várias oficinas de criação.

O público da área Open também pôde acompanhar de perto os hackatons, competições voltadas para a criação de soluções tecnológicas. O objetivo da disputa era desenvolver iniciativas inovadoras em prol da melhoria de políticas públicas para o bem-estar da sociedade. Os vencedores foram os projetos BusApp (voltado para mobilidade urbana) e plataforma Emprega, direcionada para divulgação de oportunidades profissionais.

Milhares de pessoas acamparam para curtir as atrações da Campus Party Bahia
Mais de três mil pessoas acamparam na Campus Party Bahia

Um dos desdobramentos da Campus Party Bahia deve sair ainda neste mês. A organização do evento pretende divulgar um documento com diretrizes para as instituições de ensino brasileiras terem um papel de maior relevância no desenvolvimento do país.

“Elaboramos um memorando com soluções validadas em universidades, escolas e comunidades e que podem ser implantadas em qualquer lugar do Brasil. O documento será divulgado em breve”, ressaltou Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party.

A edição baiana foi uma iniciativa do Instituto Campus Party e do Governo da Bahia, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e com a Telebras. O secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia, Vivaldo Mendonça, também destacou o sucesso do evento. “Consolida a visão de que ciência, tecnologia e inovação servem a todos os públicos e a todas as idades.”

Renato Deccache

Renato Deccache

renato.deccache@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Renato Deccache