Diretor da Canvas celebra parceria com a Fundação Lemann

Diretor do Canvas detalha parceria com Fundação Lemann

WhatsAppFacebookShare

Duas referências no mundo da educação estão juntas na missão de capacitar educadores para os desafios trazidos pelo uso de novas tecnologias. A Fundação Lemann – organização sem fins lucrativos que busca garantir educação pública de qualidade no Brasil – adotou o Canvas (sistema aberto de gestão de aprendizagem online da empresa Instructure) para ajudar a qualificar milhares de professores no país.

Lars Janér, diretor do Canvas para América Latina

Apontado como um dos LMS (Learning Management System – ou Sistema de Gestão de Aprendizagem) mais conceituados do mercado, o Canvas foi escolhido pela Fundação por ser uma plataforma aberta, baseada na nuvem, e de interface amigável.

Para falar sobre este projeto, o InovEduc conversou com Lars Janér, Diretor para América Latina da Instructure. A empresa americana é desenvolvedora de softwares para ensino acadêmico e treinamento corporativo e tem o Canvas como sua principal plataforma. “A fundação conheceu o Canvas e gostou da experiência simples e intuitiva do usuário, da tecnologia na nuvem e do suporte pedagógico”, diz Lars.

. Professor 3.0: onde estão os melhores cursos para lecionar na era digital

Facilidade de utilização é ponto alto do Canvas

Em um momento em que muito se discute a necessidade de capacitação dos profissionais para lidar com as demandas do mercado de educação, o executivo descarta a ideia de uma resistência dos professores brasileiros à inovação.

Lars Janér acredita que, se o uso de novas tecnologias for simples, os docentes podem se tornar os maiores defensores da mudança. E é justamente a facilidade de utilização que ele aponta como a maior qualidade do Canvas.

. Pesquisa promovida pelo Movimento Todos pela Educação aponta o que pensam os professores brasileiros sobre a tecnologia digital em sala de aula

O programa de treinamento – cujos valores de aporte não são divulgados pela empresa – já está implementado em 46 cursos e possibilitará o desenvolvimento profissional a mais de 8.000 professores e gestores de escolas em todo o país. Confira a entrevista abaixo:

Diretor da Canvas celebra parceria com a Fundação Lemann
Canvas é um LMS fácil de usar, móvel, aberto e colaborativo.

InovEduc – Como nasceu a parceria entre o Canvas e a Fundação Lemann?
Lars Janér – A Lemann estava procurando uma nova plataforma LMS para implementar seus programas atuais. A fundação conheceu o Canvas e gostou da experiência simples e intuitiva do usuário, da tecnologia na nuvem e do suporte pedagógico, além do tempo de atividade e dos níveis de serviço fornecidos. O Canvas foi escolhido para apoiar os programas da Lemann com conteúdo especializado e gerenciamento pedagógico dentro dos programas.

O projeto já está implementado? Há um prazo de duração para o programa de treinamento ou após implementado ele se torna de uso permanente?
O projeto já foi implementado em 46 cursos e continuará sendo implementado em muitos outros. Canvas é uma solução permanente para a Lemann capacitar e desenvolver seus professores.

No caso de uma parceria como essa, existe alguma customização da plataforma visando as necessidades de cada empresa?
Canvas é disponibilizada da nuvem a milhares de instituições em todo o mundo, incluindo fundações como a Lemann, até as universidades da Ivy League, nos EUA. A solução é ágil, escalável e atualizada a cada poucos meses com novos recursos e funções. Achamos que nossos clientes estão felizes em consumir um serviço de melhor qualidade que seja suportado, em vez de fazer várias personalizações. Mas podem fazê-lo se acharem que é a abordagem certa.

Existe alguma diferença entre as ferramentas usadas pelos professores para ensinar seus alunos e as usadas para ensinar os próprios professores?
Na Instructure, acreditamos na aprendizagem ao longo da vida, então somos todos estudantes em algum momento da nossa vida profissional. Esta é uma das razões pelas quais muitas instituições escolheram o Canvas para ambos os cursos: de entrega para estudantes e de CPD (Capacitação Profissional e Desenvolvimento) para seu corpo docente.

Diretor do Canvas detalha parceria com a Fundação Lemann

Na tela há vários pontos de vista ou papéis – aluno ou professor -, para que os professores possam ser alunos em alguns cursos e professores em outros, todos usando as mesmas ferramentas fornecidas na plataforma Learning Management.

A Canvas contribui de alguma forma com o conteúdo abordado neste projeto de capacitação ou apenas com as ferramentas para viabilizá-lo?
Canvas é a plataforma de aprendizagem e é construída usando LTIs (Learning Tools Interoperability), o que significa que os professores e as instituições podem integrar facilmente as ferramentas de aprendizagem e as aplicações que eles desejam usar para criar seus cursos.

O fato de o sistema ser aberto oferece aos professores a escolha das ferramentas que eles querem usar para ensinar melhor seus alunos. Eles podem inovar e aprender com nossa comunidade aberta e usar mais opções de recursos do que se a própria plataforma de aprendizagem proporcionasse todo o conteúdo.

Na visão do Canvas, qual a importância de formar professores e gestores para lidar com novas tecnologias e inovações na educação?

A tecnologia está mudando rapidamente, e por isso é fundamental que todos nós, incluindo professores e gerentes, mantenhamos habilidades e conhecimentos relevantes. Esta é a aprendizagem ao longo da vida!

Acreditamos que a tecnologia deve ser fácil e intuitiva de usar, deve permitir e não dificultar a aprendizagem e a exploração de inovações. Quando a tecnologia possibilita o potencial humano dessa maneira, descobrimos que o processo não é apenas sobre ensino e treinamento em inovações na educação, mas também sobre permitir que as mentes curiosas explorem as possibilidades das novas tecnologias. Isso é o que fazemos com o Canvas. É um software intuitivo e fácil de usar, que incentiva o compartilhamento colaborativo de ideias dentro da comunidade que impulsiona as práticas inovadoras na educação.

Nossa percepção é que há ainda uma resistência por parte dos educadores ao uso de tecnologias e ideias inovadoras na educação no Brasil. Qual sua visão sobre isso?
Nós não sentimos que há uma resistência no Brasil. Sabemos que experiências negativas anteriores com tecnologia tornaram os professores mais preocupados com a mudança. A percepção atual de tecnologia eventualmente limita a visão do que ela pode ou deve fazer. Mas uma vez que os professores usam uma tecnologia como Canvas, eles economizam tempo e percebem que é fácil de usar. Desta forma, enxergam valor na mudança. Isso porque eles vêm o potencial da tecnologia moderna e se tornam defensores dessa mudança.

Quando encontramos “pioneiros tecnológicos” nas escolas, eles são capazes de influenciar até mesmo os professores mais “conservadores” do Brasil e, em seguida, todos estão ansiosos para usar melhores ferramentas e melhorar sua experiência de ensino e aprendizagem.

. Leia artigos de Lars Janér para o InovEduc