Canvas faz balanço de um ano de Brasil e aposta na expansão - Inoveduc

Canvas faz balanço de um ano de Brasil e aposta na expansão

WhatsAppFacebookShare

Lars Janér, diretor do Canvas para América Latina, conversou com o Inoveduc – a entrevista, em vídeo, já pode ser assistida neste LINK. Da Feira Bett Educar 2017, realizada no São Paulo Expo, destacou a possibilidade de interação próxima com parceiros e educadores. “Estamos sempre ouvindo os professores, para entender suas necessidades e atender às demandas”. Lars aproveitou para fazer um balanço das operações do Canvas no país.

“Estamos completando um ano no Brasil, começamos em maio de 2016, e temos escritório próprio em São Paulo e, neste pouco tempo, já conquistamos clientes importantes, como Somos Educação (a antiga Abril Educação), a Fundação Lemann, a Fundação Roberto Marinho e a Rede Ilumno, que inclui a Veiga de Almeida e a Unijorge. Todos já aproveitando nossa plataforma, criada numa nova geração de ambientes de aprendizagem. Além desses parceiros que citei, há outras dezenas de clientes interessados”.

O Canvas é uma plataforma baseada na nuvem, num ambiente colaborativo, nascido há dez anos dentro de uma sala de aula nos Estados Unidos, na Brigham Young University, no estado de Utah. É uma obra de Brian Whitmer e Devlin Daley, estudantes da área de engenharia de software, insatisfeitos com os recursos de que dispunham na época.

“Fez sucesso muito rápido. Hoje atendemos mais de 18 milhões de estudantes no mundo. Acho que, por estar na nuvem, ela nasceu mesmo para ser online. Por ser aberta, permite que clientes desenvolvam novas ferramentas, de forma altamente customizável. O cliente tem independência para isso, pode criar, desenvolver, sem precisar falar com a gente”.

Lars aponta ainda outros fatores que ajudam a entender o alto impacto do Canvas no mercado. “Ela é uma plataforma fácil de operar, muito intuitiva, o que possibilita que alunos e professores dos mais diferentes níveis logo aprendam a utilizá-la. Apostamos num modelo de tecnologia invisível, isto é, ela jamais pode ser um obstáculo, gerar barreiras. O bom é utilizar esses recursos até mesmo sem percebê-los, de forma cotidiana, focando nos resultados. Não é para perder tempo, é para ganhar tempo’, brinca o diretor do Canvas.

Ele lembra que a empresa disponibiliza seus recursos na rede, de forma gratuita, para professores pessoas físicas, e destaca os benefícios gerados pela plataforma para os três grupos principais que dão vida ao ambiente escolar: gestores, professores e estudantes.

“Para os gestores, a primeira coisa é que eles não precisam mais se preocupar com folhas de servidores, pagamentos, instalações, infraestrutura… Tudo isso pode ser gerido facilmente pelo Canvas, e a instituição pode se preocupar basicamente com sua atividade-fim, que é educar”, aponta ele, dando sequência à exposição.

“Para os professores, disponibilizamos uma série de ferramentas que facilitam o cotidiano, tais como bate-papo, acompanhamento de atividades, planejamento de aulas, aplicação de testes, correção das provas, tudo acontece de forma online, dentro da plataforma”, enumera.

“Para os alunos, a grande vantagem é poder ter à disposição, em qualquer dispositivo, local e a qualquer momento, todo o conteúdo que o professor postou, podendo entregar tarefas e estabelecer contatos com todo o grupo. Na verdade, para as novas gerações, as experiências mais diversas no campo digital são tão naturais, que elas sequer imaginam como seria aprender qualquer coisa sem esse tipo de interação”, concluiu Jars.

Paulo Chico

Paulo Chico

paulochico@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Paulo Chico