Educação 360 debate tecnologia e competências do século XXI

Inovações e novas competências em pauta no Educação 360 – Tecnologia

WhatsAppFacebookShare
Especialistas participam de uma das mesas de debates do Educação 360
Especialistas debateram estratégias capazes de despertar no aluno o gosto pelo aprendizado, no Encontro Educação 360 (foto: Cinthia Guedes)

O avanço da tecnologia para uso educacional é um assunto em pauta dentro e fora das escolas. Mas será que as instituições de ensino estão prontas aplicar essas inovações nos processos pedagógicos?

Esse foi o eixo da primeira mesa de debates do Encontro Internacional Educação 360 Tecnologia, nesta segunda-feira, dia 7, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Na abertura do evento, a editora do portal Porvir, Tatiana Klix, destacou a necessidade de novos paradigmas para a formação educacional:

“Precisamos de jovens que desenvolvam as competências do século XXI. Entre elas, o pensamento criativo e crítico, autoconhecimento e projeto de vida, multiletramento, e sociabilidade e participação.”

Durante a manhã, o Encontro Internacional Educação 360 Tecnologia, trouxe debates sobre as práticas pedagógicas que estão sendo abortadas em salas de aula. Especialistas discutiram meios de incentivar participação dos alunos no processo educacional e como esse tipo de estratégia pode facilitar a aprendizagem.

Educação 360: ensino baseado na prática é tendência

Tatiana Klix também falou sobre a importância do envolvimento dos estudantes na construção do conteúdo que eles vão estudar. Para ela, de maneira geral, os alunos podem e desejam ser ouvidos. “Eles querem participar”, destacou.

A filosofia da “mão na massa” ou, do inglês, cultura maker, outra tendência do cenário educacional, também foi destacada. Esta é mais uma estratégia que, segundo ela, é muito eficiente para despertar o pensamento crítico nos estudantes.

Roberta Ferraz, coordenadora da plataforma 360, lembra que a ideia de um encontro sobre educação e tecnologia surgiu em 2014. Segundo ela, na época, mesmo tendo muito conteúdo sobre esse assunto, não havia espaço na grade de programação do evento.

“Uma solução que tivemos foi criar esses eventos específicos. Ano passado foi sobre educação infantil e, por conta do grande volume de assuntos sobre educação e inovação, decidimos dar prioridade ao Educação 360 Tecnologia”, explica Roberta, que também é coordenadora de projetos especiais da Infoglobo, responsável pelos jornais GLOBO e Extra, que promovem o encontro.

 

Marc Prensky pede a educadores que ‘pensem diferente’

A palestra magna do Educação 360, voltado para tecnologia ficou a cargo do escritor americano Marc Prensky, conhecido como o inventor e disseminador dos termos “Nativo Digital” e “imigrante digital”.

Prensky falou para uma plateia atenta e destacou a importância de uma educação focada nas habilidades pessoais de cada aluno. Ele também frisou a importância de pensar “fora da caixa” ao falar sobre educação. E ressaltou que só através de uma mudança de perspectiva a transformação nos processos poderá ser viável. “O objetivo da Educação é melhorar o mundo”, destacou.

Dentro dese processo, Marc Prensky reforçou ainda o lado humano e a responsabilidade do educador em relação aos alunos: “Cada um dos nossos alunos tem sonhos. É dever do educador ajudá-los a realizar esses sonhos’.

Cinthia Guedes

Cinthia Guedes

cinthia.guedes@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Cinthia Guedes