HackPUC começa com oficinas, hackathon e muitas atrações

WhatsAppFacebookShare

Palestras, oficinas e uma competição para desenvolvimento de soluções tecnológicas marcaram o início do HackPuc, realizado pela PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). O evento, que ocorre neste fim de semana e no próximo, tem o objetivo ser um verdadeiro Festival de Cultura Digital.

Uma das principais atrações deste sábado, dia 22, é o hackathon da PUC-Rio. A competição teve início às 20 horas do dia 21 e seguirá até às 8 horas do dia 23, quando será divulgado o vencedor.

Veja também
Saiba mais sobre a programação do evento

Diferente das últimas edições, este ano além da hackathon, a HackPUC traz um leque variado de atividades. Na programação, também há palestras sobre temas diversos, mostra maker e uma corrida de negócios, a startup race, no próximo fim de semana.

“Este ano a HackPUC está muito mais com cara de um festival de cultura digital porque temos as oficinas de ciências, a mostra maker com vários expositores e também esse centro de debates onde vamos discutir o impacto das novas tecnologias em todas as áreas da nossa vida, seja na educação, na produção de conteúdo, na forma como trabalhamos, como nos relacionamos”, destacou o curador e mediador da HackTudo, Beto Largman.

HackPUC tem a mostra maker entre suas atrações.
Visitantes na Mostra Maker da edição de 2017 da HackPUC.

HackPUC: coordenador espera ‘público de todas as idades’

Beto falou ainda sobre a expectativa em relação ao público. “Tomara que venham pessoas de todas as idades. Essas oficinas interessam a todos, de adolescentes até idosos. É uma mudança que atinge todo mundo. O público que a gente espera é o mais diverso possível”.

O tema da hackathon deste ano é fintechs. Os participantes dos 40 grupos selecionados têm 36 horas para criar aplicativos e melhorias para a máquina Cielo Lio. O grupo vencedor receberá um prêmio de R$10 mil. O segundo e o terceiro lugar receberão R$ 2 mil e R$ 1 mil respectivamente.

Além disso, os primeiros colocados ganharão um curso “Blockchain e Moedas Digitais”, oferecido pela Rede Entropia. O resultado será divulgado às 11h30min do dia 23.

Beto finalizou explicando que a ideia ampliar o HackPUC partiu do diretor do evento, Miguel Colker. “O Miguel acredita que não é só a tecnologia que interessa. Para ele, a cultura é muito importante, além dos impactos na sociedade. Por isso houve essa expansão do evento. Ao invés de ser só uma hackathon, que é mais uma competição de programação, tornou-se um grande festival de cultura digital”, ressaltou.

 

Letícia Santos

Letícia Santos

leticia.santos@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Letícia Santos