Na Finlândia, os alunos dão aula de tecnologia para seus professores

WhatsAppFacebookShare

O novo papel do professor diante das transformações que acontecem no meio educacional é tema recorrente entre a comunidade escolar. Há consenso quando se fala que, agora, os professores devem atuar como guias, e não detentores do conhecimento. Entretanto, na Finlândia, os alunos estão invertendo os papéis com seus mestres. As crianças dão aulas de tecnologia não só para os educadores, como também para idosos e outros alunos.

Finland-Education-Inoveduc

A ideia surgiu de relatos dos próprios professores, que admitiram ter dificuldade em se manter atualizados com a evolução tecnológica. Cem escolas das 3.450 instituições finlandesas já participam do projeto OppilasAgentti (ou Agentes Escolares). Mas a ideia é que um maior número de escolas participe da experiência.

. 8 habilidades que o professor moderno precisa ter

Os alunos que participam do projeto são voluntários com idade entre 10 e 16 anos. As crianças listam suas competências e habilidades no ato da inscrição. A esses alunos é oferecido um treinamento, cujas aulas são ministradas por especialistas de empresas finlandesas que revendem soluções tecnológicas para o sistema de ensino do país.

Projeto se estende a todos os integrantes da comunidade escolar

Após o treinamento, os alunos, orientados por um professor, fazem um planejamento das atividades necessárias na escola. Os professores podem receber aulas coletivas ou individuais, onde aprendem a usar diversos dispositivos e aplicativos. As aulas de codificação, por exemplo, têm se mostrado fundamentais, haja vista que a maior parte dos professores tem conhecimento limitado nesta área.

Os alunos que participam do projeto auxiliam os educadores, também em sala de aula, ajudando tanto professores quanto outros colegas de classe. Além disso, os “agentes” também realizam alguns webnarios (seminários online). O objetivo é propor a troca de conhecimento com alunos de outras escolas e treinar crianças de turmas menores em técnicas de edição e animação de vídeos.

. ‘Professores não serão substituídos por tecnologia, diz especialista

Na escola Hämeenkylä, localizada na cidade de Vantaa, próxima à capital, Helsinki, as crianças dão aulas também a idosos que vivem em um asilo local. Para os diretores das escolas, esta é uma oportunidade de ajudar os alunos a desenvolverem seus potenciais e valores.

A reportagem completa sobre a iniciativa das escolas finlandesas está disponível no site da BBC Brasil.

Letícia Santos

Letícia Santos

leticia.santos@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Letícia Santos