#CPBSB: interdisciplinaridade por meio de tecnologia - Inoveduc

#CPBSB: interdisciplinaridade por meio de tecnologia

WhatsAppFacebookShare

Inoveduc Campus Party BSBRaciocínio lógico, aumento de interesse e capacidade de interação interpessoal são apenas algumas das características desenvolvidas a partir do aprendizado da robótica.

Ao expor desde cedo crianças e adolescentes a essa metodologia educacional elas descobrem que, em vez de passar o tempo apenas jogando ou navegando na internet, elas podem criar o próprio game, aplicativos e dispositivos eletrônicos.

Para Willian Vitorino, coordenador do Sesi-DF, a metodologia inovadora permite que os professores desenvolvem melhor as suas atividades dentro de sala de aula. O Sesi aplica a robótica no aprendizado em sala de aula, com as missões que fazem parte dos campeonatos regionais nacionais e mundiais.

“Nos dias atuais com essa fase ‘cibernética’, a comunicação e a socialização está diminuindo. Não existe mais aquele momento no intervalo do recreio que os alunos se juntavam e conversavam. Hoje nós estamos trabalhando isso, e a robótica nos ajuda muito nesse sentido.”

Na Campus Party Brasília, o Sesi apresentou a missão “Animal Planet”. Nela, os robôs têm vários “objetivos”, que devem ser realizados durante um trajeto.

Além da robótica, Sesi-DF usa óculos tridimensionais nas aulas

“Para este evento selecionamos 11 alunos, entre os aproximadamente 60 que temos, em cada unidade. Foram escolhidos os alunos que tinham mais afinidade com a missão.”

Além de toda a funcionalidade já conhecida,  como a possibilidade de maior vivência e assimilação do conteúdo, a robótica propõe uma interdisciplinaridade com os demais assuntos que fazem parte do currículo escolar.

“Ao mesmo tempo que a robótica treina alguns objetivos tecnológicos, ela também treina alguns raciocínio matemático, de Física, Química e, dependendo da missão, outras áreas como Arte”, disse William.

O coordenador ressaltou que, dessa forma, a criatividade é desafiada a todo momento.

Outra tecnologia apresentada pelo Sesi na Campus Party Brasília foi a XD Education. O uso de óculos tridimensionais nas aulas de Química e Biologia auxilia os estudantes no processo de aprendizagem de forma dinâmica e interativa.
“O aluno aprende as disciplinas de Biologia e Química ao ver o corpo humano, as ligações iônicas. Isso agrega muito na forma que ensinamos dentro do Sesi-DF.”

 

 

Cinthia Guedes

Cinthia Guedes

cinthia.guedes@folhadirigida.com.br

Ver todas as postagens publicadas por Cinthia Guedes