O que é design thinking?

Letícia Santos
Escrito por Letícia Santos

Ensino híbrido, sala de aula invertida, metodologia STEAM, entre outras metodologias ativas de ensino trazem como uma das principais propostas o estímulo à criatividade. Dentro desse processo de despertar o potencial criativo dos estudantes, muitos professores têm recorrido ao Design Thinking como uma ferramenta educacional.

. Como o design thinking pode ajudar a inovar a educação?

O design thinking é um processo de identificação e resolução de problemas. Esse processo ajuda a identificar problemas, organizar informações e criar soluções utilizando como ferramenta o design.

“É um processo que usa brainstorming, entre outras ferramentas de criatividade. Este processo abraça a diversidade de ideias, mesmo as menos tangíveis para a construção de algo maior”, explicou Gustavo Brito, gerente de conteúdo e operações na Laje.

Durante todo esse percurso, as ideias que vão surgindo não são descartadas. Todas são tratadas como gatilhos que ajudarão a alcançar a solução para o problema pré-definido.

Ferramenta estimula o desenvolvimento de competências do século 21

Quando aplicado à prática educacional, o design thinking funciona como uma ferramenta de aprendizado por projeto. A partir de um problema, os alunos conseguem trabalhar, em apenas uma atividade, conceitos relacionados a várias discisplinas, alcançando, assim, um conhecimento multidisciplinar.

. Design Thinking: criatividade e inovação em sala de aula 

Por meio dessas atividades, os estudantes conseguem desenvolver, ainda, habilidades ligadas às competências do século 21, como autonomia, corresponsabilidade, liderança, colaboração/cocriação, entre outras.

O especialista aproveitou para destacar o quanto todo o processo é importante para a construção da aprendizagem.

Empresa disponibiliza material de apoio para professores

“O mindset de inovação que existe dentro do design thinking é diferenciado. Você estará sempre voltando na etapa anterior para revisitar e testar o que já foi feito. É importante esses testes gerarem aprendizados que sejam consolidados antes de passar para a etapa seguinte, onde haverá  novos erros. E, a partir deles, melhorar seu protótipo e o seu processo de aprendizagem.”

Gustavo deixou uma dica para os professores que desejam utilizar o design thinking em sala de aula. Hoje em dia, há a possibilidade de fazer cursos na área para conhecer mais como funciona e como utilizar.

A Ideo, empresa californiana de design e consultoria em inovação, disponibiliza um material gratuito para professores. O “Design Thinking para educadores” aborda conceitos que podem ser utilizados em sala de aula, ou como estratégia de gestão para melhorar a escola.

Letícia Santos

Letícia Santos

[email protected]