Programa incentiva empreendedorismo tecnológico nas escolas

Evento Day Camp
Letícia Santos
Escrito por Letícia Santos

Incentivar o empreendedorismo tecnológico nas escolas é uma dos principais objetivos da consultoria de inovação social Ideias de Futuro. A instituição é a responsável pelo Startup In School, maior hackathon estudantil de empreendedorismo tecnológico no Estado de São Paulo. A última edição aconteceu no último dia 16 de outubro.

O programa, realizado em parceria com o Google, é dividido em duas etapas. Em um primeiro momento, os alunos fazem uma mini curso de 16 horas. As aulas são divididas em dois encontros de duas horas, cada. Nos encontros, aprendem sobre empreendedorismo e tecnologia.

Este ano participaram oito escolas técnicas: Etec de Cubatão, Etec Guaianazes (Capital), Etec Prof. Horácio Augusto da Silveira (Capital/Vila Maria), Etec Jorge Street (São Caetano do Sul), Etec Lauro Gomes (São Bernardo do Campo), EteC de Mairiporã, Etec Dr. Nelson Alves Vianna (Tietê), Etec Philadelpho Gouvêa Netto (São José do Rio Preto).

. Fundação Telefônica aposta em empreendedorismo jovem

Os estudantes são estimulados a elaborarem aplicativos que contribuam para a solução de algum problema social. Dentre os temas mais abordados estão: saúde, emprego, acesso à cultura e lazer, mobilização social e educação.

Estudantes têm a oportunidade de conversar com especialistas do setor

As ideias desenvolvidas são avaliadas e os projetos mais bem pontuados são selecionados para o Day Camp. O evento marca a final do Startup In School. Neste dia os alunos apresentam seus apps a uma banca de especialistas e passam por uma nova avaliação. Dois vencedores são escolhidos e ganham três meses de mentoria da Ideias de Futuro.

Durante o Day Camp, os estudantes ainda têm a oportunidade de conhecer o funcionamento da casa do Google voltada para startups. Além disso, recebem aulas sobre como defender seu projeto e participam de uma rodada de conversas com líderes de empresas ou instituições, que atuam nos segmentos do empreendedorismo e tecnologia.

“A forte adesão tanto dos professores quanto dos alunos ao projeto demonstra que a cultura empreendedora está se consolidando também nas salas de aula. Numa época em que se debate o futuro do trabalho, fica claro que empreender já é algo encarado como normal pelos estudantes e professores”, disse Marcelo Lacerda, diretor de Políticas Públicas do Google para o Brasil.

100% dos participantes recomendam a iniciativa

Este é o quarto ano do programa que já atendeu a mais de 1500 estudantes. Para Jaciara Cruz, diretora geral da Ideias de Futuro, é surpreendente ver o engajamento de professores e alunos com o projeto.

Nessa edição foram premiados os seguintes projetos:

1º Lugar – Doe-se, da Etec Philadelpho Gouvêa Netto
O aplicativo pretende agilizar os procedimentos para doação de sangue. O intuito é colaborar para a ampliação do número de doadores.

2º Lugar – O projeto ÉSaúde, da Etec Dr. Nelson Alves Vianna
O éSaúde pretende facilitar a vida dos idosos que precisam de remédios, por meio da verificação do medicamento requisitado, data de entrega e delivery.

. Ilumno traz cursos de empreendedorismo da Babson College para o Brasil

Dentre as escolas participantes, o programa é um sucesso. Segundo os organizadores do Startup In School, 100% dos professores e estudantes, que participaram das atividades, recomendaram a iniciativa.

“Percebemos que os alunos estão cada vez mais motivados para pensar em novas soluções, e os professores, cada vez mais engajados em promover a cultura empreendedora na escola”, reforçou Jaciara.

Veja também

Letícia Santos

Letícia Santos

[email protected]