Startup promove integração de conceitos em um único modelo

Letícia Santos
Escrito por Letícia Santos

Nos últimos anos, diversos conceitos surgiram no campo educacional com a proposta de melhorar os processos de aprendizagem. Diante disso, não é uma tarefa fácil para as escolas decidirem qual modelo de ensino adotar. A Explorum Educacional propõe a união desses conceitos em um único modelo.

A ideia da startup é viabilizar uma educação que permite aos alunos explorar problemas reais do mundo por meio de metodologias ativas de ensino e tecnologia. Entre os pilares trabalhados pela Explorum estão:

“Trabalhamos o contexto da transversalidade, onde passamos por todos os pilares, incluindo as habilidades socioemocionais e as aulas colaborativas”, explicou Eduardo Azevedo, cofundador e coCEO da Explorum Educacional.

. Empreendedorismo potencializa conceitos das metodologias ativas

A startup oferece projetos básicos para as escolas que fazem as adaptações necessárias para sua realidade.

Explorum Educacional constrói salas de aprendizagem criativa híbrida em escolas

A startup oferece um pacote com 12 horas de formação para professores aprenderem a manusear de forma eficaz o kit adaptado “Box Explorum”.

Outro modelo de atuação é com o “Pacote de alta inovação educacional”. A escola receber um acompanhamento durante 12 meses e é inserida em um ciclo de inovação. Nesse ciclo, professores, gestores e coordenadores aprendem a se adaptar às novas linguagens que surgem no setor educacional.

Recentemente, a Explorum Educacional começou a trabalhar com a construção de salas de aprendizagem criativa híbrida nas escolas. A primeira sala foi inaugurada em março, no colégio Emillie Villeneuve, em São Paulo.

Aula com Box Explorum no colégio Emllie Villeneuve, primeiro a receber sala de aprendizagem criativa híbrida (Foto: Divulgação)

A sala se assemelha a um espaço maker. Porém, incorpora ferramentas que permite a elaboração de atividades relacionadas a outros conceitos, como design thinking e robótica.

. E-book em parceria com MundoMaker ensina a planejar espaço maker

“Quando você cria um projeto em espaços como esse, as pessoas não trabalham sozinhas. Elas conseguem tangibilizar e testar tudo o que estão fazendo.”

Para a montagem desse espaço, a startup contou com a parceria da Metadil, fabricante de móveis para o segmento educacional, e da 541 design de interiores.

Para o segundo semestre, a Explorum Educacional está estruturando projetos alinhados às determinações da Base Nacional Comum Curricular e soluções que envolvam IoT e inteligência artificial, o que vai alterar os processos de capacitações online.

Letícia Santos

Letícia Santos

[email protected]