Tecnologia ajuda a aumentar chances de ingresso nas universidades

Juliana Favorito
Escrito por Juliana Favorito

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram divulgadas nesta quinta-feira, 18, no site do Inep. Os candidatos poderão se inscrever nas universidades desejadas a partir da próxima terça-feira, dia 23.

Para auxiliar os calouros a saber em qual faculdade eles têm mais chances de passar com a nota obtida no exame, o Quero Bolsas criou a ferramenta Simulador de Nota de Corte. O instrumento reúne todos os dados que o candidato precisa para avaliar as notas de corte nas instituições.

O Simulador de Nota de Corte inclui, ainda, o comportamento das notas nos últimos exames do Enem e as notas de corte média e mínima no estado de interesse. Além da menor nota de corte para o curso pretendido em todo o Brasil.

. 5 aplicativos que todo candidato ao Enem deve ter

O diretor de Relações Internacionais da Quero Bolsas, Marcelo Lima, comentou que os estudantes não tinham um parâmetro para saber se a nota no Enem era suficiente para ingressar em uma universidade pública. Além de não saberem se teriam acesso aos programas do governo, Fies e ProUni.

Curso ProEnem cria ferramenta para auxiliar os alunos

Outra ferramenta que também pode ajudar os candidatos nessa etapa é o SimulaSisu, criado pelo curso online ProEnem. A partir da nota no exame, é possível simular as reais chances de conquistar uma vaga em uma das instituições públicas de ensino superior.

Um dos objetivos da plataforma é comparar o resultado do candidato com a nota de corte do ano anterior para cada curso, tendo como base o número de vagas disponíveis e o total de alunos inscritos. Essa média, no caso, é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento da inscrição.

. Jovem cria aplicativo que ajuda na preparação para redação do Enem

O coordenador pedagógico do curso ProEnem, Diego Viug, informou que com a ferramenta é possível a construção de uma estratégia para este ano. Além do fato do simulador ser um banco de dados com todas as informações do Sisu do ano anterior.

Com a inserção das notas do candidato em cada área do Enem, o sistema pode:

  • Calcular a nota final do candidato (essa nota é diferente, dependendo do curso e universidade escolhida. Os pesos das disciplinas é fundamental para esse cálculo)
  • Identificar a situação do candidato (aprovado ou não)
  • Mostrar as notas de corte para as universidades que oferecem o curso escolhido, por região

“Isso coloca o candidato um passo à frente dos demais, que não têm ideia de como se comportar nesse processo seletivo”, explica Diego Viug.

Democratização do acesso às universidades graças à tecnologia

Para Marcelo Lima, do Quero Bolsa, a tecnologia facilita a vida das pessoas em diversas áreas, incluindo da educação. O diretor acrescentou que o número de alunos matriculados nas universidades ainda é muito baixo — apenas 14% da população brasileira tem ensino superior.

“Entendemos que a tecnologia pode ajudar a disseminar a informação ao acesso à educação. E também facilitar os alunos a encontrarem a melhor universidade onde possam estudar.”

Já para Diego Viug, do ProEnem, a educação online democratiza o ingresso nas universidades, atendendo demandas de cidades que nem sempre têm cursos presenciais. O coordenador também disse que o ProEnem oferece aulas ao vivo, gratuitamente, dando oportunidade para candidatos de todas as classes sociais.

 

Juliana Favorito

Juliana Favorito

[email protected]